POR LUGARES INCRÍVEIS: a montanha está à espera.

quinta-feira, 12 de abril de 2018



" - Então não foi hoje - canto-, porque ela sorriu para mim."

Página 42

Não sei se vou conseguir fazer uma resenha decente ( isso se já fiz alguma antes), mas vou tentar. Acabei de terminar esse livro e precisa vir escrever, tirar de mim um pouco do que ele deixou, porque acho que é muito e não vou conseguir dormir direito, porque tudo o que penso é nessa história, não estou brincando.

Para resumir, se você não sabe do que se trata o livro, ele vai contar a história de dois personagens que se encontram em momentos da vida que estão perdidos, sem esperança alguma, e de alguma forma, despertam um no outro a vontade de viver. O livro tem uma temática de suicídio, e além disso fala de várias outras coisas como perda, medo, morte, culpa.  É um livro carregado de questões que te apertam seu coração e te deixam sem ar em diversas vezes, mas ao mesmo tempo é um alívio. Esse não é um daqueles livros pesados por completo, em diversos momentos ele é divertido, leve e cativante, fazendo com que você viaje livremente pelas páginas e sinta junto com os personagens.


" - Acabou o inverno. Finch, você me trouxe a primavera."

Página 226

Finch e Violet são os típicos personagens que você vai levar consigo para o resto da vida. Sofri. Sorri. Sofri. E sorri de novo, e de novo com eles. Eles são tão bem construídos, e suas vidas tão cheias de conflitos e tragédias que a todo tempo eu pensava e queria abraçá-los e dizer: vai ficar tudo bem.

É complicado ler livros com essa temática, mas necessário. É doloroso e precisamos falar sobre isso, porque existem pessoas, talvez mais próximas de você do que você imagina que precisam de ajuda. 
Transtornos mentais , depressão, ansiedade, ainda são estigmas em nossa sociedade que precisamos quebrar. Precisamos reconhecer os sinais, e precisamos ajudar sem julgamentos. 

Por mais que minha mente, em meio a leitura, tenha pensado que esses personagens eram reais, e me permitiu cair várias lágrimas, elessó existem dentro das páginas de Por Lugares Incríveis e dos seus leitores. Mas, diferente deles, temos pessoas reais, andando por ai, passando ao nosso lado, só precisamos olhar.

É difícil falar sobre isso, e por mais que eu tenha lido alguns livros sobre, nunca poderei falar com propriedade do assunto, mas posso com certeza, olhar ao meu redor. Não julgue, a mesma vida que você enxerga e leva não é a mesma para essa pessoa. Só sei que ela está tentando e não pode sozinha, talvez juntos, poderemos. A montanha está à espera de todos nós. Todos.



" Rápido demais, a volta acaba, e quero ir de novo, porque é essa sensação que a vida deveria causar o tempo todo, não só por dez segundos."

Página 171

Nenhum comentário

Postar um comentário