DISCUSSÃO: SUICÍDIO ( você realmente se importa?)

terça-feira, 14 de março de 2017


"Quando você estraga parte da vida de alguém, você estraga a vida toda dessa pessoa."

- Os 13 Porquês, Jay Asher

Pensei em fazer uma resenha para indicar esse livro, porque ele é um daqueles livros que você precisa ler, mas eu senti tantas coisas durante a leitura, e ele aborda tantos assuntos, que achei que ele precisava de um formato diferente.

Esse livro fala sobre suicídio. Uma garota se mata e grava fitas, que no seu conteúdo, têm 13 motivos para ela ter feito isso ( esses 13 motivos, envolvem pessoas). E o livro se desenvolve com um garoto chamado Clay, que recebe essas fitas, e por meio dele, vamos descobrindo todo o restante da história.

Indico o livro, e espero que leiam, porque hoje não vou falar sobre a estrutura do livro, escrita ou os personagens. porque quero falar do assunto central dele que envolve todos nós.

Será que temos consciência que nossas atitudes atingem diretamente a vida de outras pessoas? Será que percebemos que uma palavra pode arruinar o dia de alguém, ou no pior caso a vida dela?

E foi exatamente essas perguntas que fiz para mim durante a leitura, porque muitas vezes não paramos para analisar nossas palavras e atitudes.

Falar sobre suicídio é muito pesado, quase pouco se discute disso, mas tem uma multidão de pessoas que estão deprimidas por ai, pessoas que na maioria dos dias, somos eu e você. Ficamos triste, por nada, e muitas vezes por tudo. E quase sempre, ninguém percebe.

Você já pensou nas pessoas que passou por você e que estavam invisíveis aos seus olhos? Invisíveis, porque você estava ocupado demais, distraído demais, insensível demais.

Não quero assustar ninguém, e acusar ninguém, e talvez essas pessoas que passaram por você estejam bem, mas e se não estivessem? E se o nosso descaso levasse ao fim da vida de alguém? Pesado né? Mas real.

Eu li o livro e me perguntei isso: eu deixei alguma Hanna passar? ( Hanna, é a personagem que se mata em Os 13 Porquês)

Nunca tive alguém perto de mim que realmente tenha se suicidado, mas e as pessoas que estavam deprimidas, tristes, ou que tiveram esses pensamentos? Eu estava ali por elas? Eu me importei?

E sabe qual foi a resposta? Não sei. Não sei, porque não me lembro das pessoas deprimidas que passaram por mim. Eu estava muito ocupada, é muita coisa para resolver e isso é tão horrível de assumir. Você se lembra? Você ajudou? Você se importou?

Não sei se esse post vai fazer diferença na vida de alguém, mas torço para isso. E meu foco, é que se você resolveu chegar até o final,  dizer para você se importar mais. Tomar cuidado com suas atitudes e perceber os sinais. Seja a melhor pessoa que puder para os outros, porque uma faísca é um início.

" Ninguém sabe ao certo o impacto que tem na vida dos outros. Muitas vezes não temos noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito."

- Os 13 Porquês, Jay Asher

Nenhum comentário

Postar um comentário