DISCUSSÃO: SUICÍDIO ( você realmente se importa?)

terça-feira, 14 de março de 2017


"Quando você estraga parte da vida de alguém, você estraga a vida toda dessa pessoa."

- Os 13 Porquês, Jay Asher

Pensei em fazer uma resenha para indicar esse livro, porque ele é um daqueles livros que você precisa ler, mas eu senti tantas coisas durante a leitura, e ele aborda tantos assuntos, que achei que ele precisava de um formato diferente.

Esse livro fala sobre suicídio. Uma garota se mata e grava fitas, que no seu conteúdo, têm 13 motivos para ela ter feito isso ( esses 13 motivos, envolvem pessoas). E o livro se desenvolve com um garoto chamado Clay, que recebe essas fitas, e por meio dele, vamos descobrindo todo o restante da história.

Indico o livro, e espero que leiam, porque hoje não vou falar sobre a estrutura do livro, escrita ou os personagens. porque quero falar do assunto central dele que envolve todos nós.

Será que temos consciência que nossas atitudes atingem diretamente a vida de outras pessoas? Será que percebemos que uma palavra pode arruinar o dia de alguém, ou no pior caso a vida dela?

E foi exatamente essas perguntas que fiz para mim durante a leitura, porque muitas vezes não paramos para analisar nossas palavras e atitudes.

Falar sobre suicídio é muito pesado, quase pouco se discute disso, mas tem uma multidão de pessoas que estão deprimidas por ai, pessoas que na maioria dos dias, somos eu e você. Ficamos triste, por nada, e muitas vezes por tudo. E quase sempre, ninguém percebe.

Você já pensou nas pessoas que passou por você e que estavam invisíveis aos seus olhos? Invisíveis, porque você estava ocupado demais, distraído demais, insensível demais.

Não quero assustar ninguém, e acusar ninguém, e talvez essas pessoas que passaram por você estejam bem, mas e se não estivessem? E se o nosso descaso levasse ao fim da vida de alguém? Pesado né? Mas real.

Eu li o livro e me perguntei isso: eu deixei alguma Hanna passar? ( Hanna, é a personagem que se mata em Os 13 Porquês)

Nunca tive alguém perto de mim que realmente tenha se suicidado, mas e as pessoas que estavam deprimidas, tristes, ou que tiveram esses pensamentos? Eu estava ali por elas? Eu me importei?

E sabe qual foi a resposta? Não sei. Não sei, porque não me lembro das pessoas deprimidas que passaram por mim. Eu estava muito ocupada, é muita coisa para resolver e isso é tão horrível de assumir. Você se lembra? Você ajudou? Você se importou?

Não sei se esse post vai fazer diferença na vida de alguém, mas torço para isso. E meu foco, é que se você resolveu chegar até o final,  dizer para você se importar mais. Tomar cuidado com suas atitudes e perceber os sinais. Seja a melhor pessoa que puder para os outros, porque uma faísca é um início.

" Ninguém sabe ao certo o impacto que tem na vida dos outros. Muitas vezes não temos noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito."

- Os 13 Porquês, Jay Asher

Crônica: UM EGOÍSTA IMBECIL

quarta-feira, 8 de março de 2017



Por que temos dificuldade de enxergar o que está a nossa frente? Por que o que temos nunca é o suficiente?

Olhe ao seu redor. Perceba todos os laços que você conquistou. As pessoas que você ama, e que amam você. Sim, essas pessoas, que dariam tudo por você. Mas, você é egoísta, e não liga para ninguém que não seja você.

Você fere as pessoas. Quebra o coração delas, sem nem ao menos se dar conta da destruição que causará. Você faz coisas. Você fala. E no final, não está nem ai para nada.

Egoísta. Egoísta. Egoísta. Nada mais que isso. Você sente que é o dono do mundo não é mesmo? Sente que nada nem ninguém irá te atingir, e posso te garantir que não irá mesmo, porque no final de tudo, você estará sozinho. Vai perder tudo que lutou tanto para conquistar, tudo porque é um egoísta imbecil.

Pare agora. Pare. Seja agradecido pelo que tem, porque algumas coisas nós sabemos que são suficientes. Lute por um emprego melhor. Lute pelo estudo. Lute pela casa, ou por qualquer outro sonho. Mas, por favor, não se esqueça das pessoas. Dos relacionamentos. Dos laços. Não seja egoísta com eles, eles são tudo o que você tem. Não espere ser tarde demais, porque se for. Se for. Você estará sozinho, e ninguém terá pena de você.

É difícil demais para enxergar que o que você tem já é incrível?

5 MOTIVOS PARA LER COLLEEN HOOVER

segunda-feira, 6 de março de 2017



Acho que uma das coisas mais difíceis na vida de um leitor, além de escolher o livro favorito, é escolher o autor favorito. Assim como quase todos os leitores, não consigo escolher nenhum dos dois, mas hoje venho trazer os 5 motivos para ler essa autora fantástica, que está na minha lista.

1- ESCRITA ENVOLVENTE;

Colleen Hoover é a a autora que faz mágica com as palavras. A escrita dela é tão envolvente, que as páginas passam e você nem percebe. Além também, de ser uma escrita poética e muito dinâmica. Sinto que quando leio os livros dela, eles fluem como música e me embalam em cada novo capítulo.


2- ELA DESTRÓI O SEU CORAÇÃO;

Assim como por exemplo, Shonda Rimes, que destroça nosso coração a cada temporada de Grey´s Anatomy, Colleen é rainha em fazer as pessoas chorar, se envolver e acabar o livro sem perspectiva de vida, rs. Quando lemos um livro dela, meio que ficamos sem saber o que fazer depois, ou até mesmo que livro pegar ( pelo fato de acharmos que nada mais vai superar aquela história). Tudo que sei, é que quando termino um livro dela, sempre penso: " MAS O QUE FOI ISSO?".


3- PERSONAGENS APAIXONANTES;

Sabe aquela vontade enorme de fazer o personagem do livro se tornar real? Pode esperar que toda a história dela vai ser assim. Todos os personagens são bem construídos e nos conquistam a cada página, seja pela personalidade ou atitudes. Quem supera Dean Holder, Sky, Miles Archer ou Ben? Exatamente, ninguém! rs.


4- SUSPENSE + ROMANCE;

Os livros da Titia Colleen, são cheios de romance nada clichês, e que te deixam maluca. Mas, acho que a junção que ela faz de suspense com romance, definem os livros delas. Todas as histórias que lemos dela, temos uma grande revelação, ou algo que faz a história ter um sentindo completamente diferente, pois nada era do jeito que esperávamos. Adoro isso nos livros dela, e jamais vou esquecer minha experiência de leitura de Um Caso Perdido ( e também de Sem Esperança).


5- POR FAVOR, LEIA!

Poderia listar cem motivos para vocês lerem Colleen, porque posso te prometer que eles existem, mas prefiro ficar e apostar no meu apelo para vocês conhecerem os livros dela. Sério gente, ela é incrível, e não conheço nada parecido com os livros dela, e acho definitivamente, que ela merece mais atenção aqui no Brasil ( e no mundo).


Espero que tenham gostado e que LEIAM, POR FAVOR, essa autora rainha em destruir nossos coraçõezinhos! 💗

RESENHA: Uma Pitada de Amor

quarta-feira, 1 de março de 2017



Sinopse (Skoob): Uma aspirante a cozinheira em um programa de TV. Um jurado muito atraente. Um amor proibido.
Quando Zoe Harper conquista uma cobiçada vaga em um reality show de culinária, ela mal pode esperar para pôr suas habilidades à prova. Sua principal motivação é o prêmio em dinheiro: um valor que certamente a ajudaria a abrir sua tão sonhada delicatéssen.
No entanto, ela logo percebe que a competição vai muito além da cozinha. Cher, outra concorrente, está disposta a tudo para ganhar, incluindo jogar seu charme para cima dos jurados. E as coisas se complicam ainda mais quando Zoe percebe que está se apaixonando por um deles: o incrivelmente sexy Gideon Irving. Com tudo o que está em risco, os dois têm muito a perder caso se envolvam, algo que parece cada vez mais inevitável.
De repente, Zoe percebe que há mais em jogo do que apenas canapés, cupcakes e técnicas de corte. Uma pitada de amor é um livro engraçado e doce na medida certa.

" Amor é quando você não consegue pensar na vida sem aquela pessoa, quando você pensa nela de maneira obsessiva, quando você cortaria alegremente o braço fora, sem pensar muito a respeito, se fosse beneficiá-la de alguma maneira..."

Posição 6121 (Kindle)

Uma Pitada de Amor foi a minha primeira leitura de 2017 e que por mais que tenha defeitos e eu não tenha amado, é um livro que vale a pena a leitura e a recomendação.

Eu adoro Master Chef, e é nessa pegada que o livro gira em torno, o que é bem inovador, porque nunca tinha lido um livro desse jeito, e talvez esse tenha sido o motivo de eu ter aproveitado a leitura. O livro é bem leve, e em diversas vezes você vai rir com o que acontece, sem contar que a escrita é bem fluída também e te proporciona um ritmo bom de leitora.

E ai você me pergunta qual é o defeito do livro, e eu tristemente respondo que é o romance desenvolvido, que na verdade não é nada desenvolvido. Falta interação do casal principal, e por isso não consegui acreditar no amor deles e isso foi um grande problema, porque se a autora tivesse conseguido fazer essa parte ser importante, o livro teria sido perfeito.

Tirando esse detalhe, que fez toda a diferença, o livro é bem gostoso de ser lido, e fica minha recomendação, principalmente se você curte programas de culinária.

Beijos!