ESPECIAL DE NATAL: Baldes de cerveja e Menino Jesus

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016


" - Eu acho que - disse ela, passando o braço em volta do meu -, se deixamos um único acontecimento da nossa vida nos definir, tudo o que precisamso para mudar as coisas, se queremos mudar as coisas, é de outro acontecimento."

Página 241.

Oi gente, chegamos ao nono conto, que foi escrito pela Myra McEntire, uma linda surpresa, porque já adianto que adorei!


Ele narra a história de um adolescente de má reputação que se aproxima da filha de um pastor quando é obrigado a ajudar na encenação de Natal da igreja.

Esse é com certeza, um dos conto que mais tem cara de Natal que li desse livro! Além de eu ter amado a história ( que me lembrou muito Um Amor Para Recordar), mais uma vez me deparei com uma escrita leve e envolvente. Li o conto sem nem perceber, e quando acabou eu queria mais!

Ele é tipicamente o conto dessa época do ano, onde traz a mensagem que o Natal é o momento dos novos começos, de transformações e decisões que mudarão o rumo da nossa história. E o mais incrível, é que todas essas mensagens são passadas de forma absurdamente leves. Me peguei rindo e sorrindo várias vezes ao longo/curto da leitura.

Além disso, ele é mais um daqueles contos fofinhos que já passaram por aqui, e assim como no primeiro conto, Meias-Noites, terminei de ler com aquele sorriso bobo no rosto, rs!

Agora, estamos nos últimos dias de 2016, e não há nada melhor do que descobrir a possiblidade de novos começos, e é exatamente assim que esse conto me fez sentir! ❤️

Nenhum comentário

Postar um comentário