Resenha: Os Bons Segredos

terça-feira, 1 de novembro de 2016


Sinopse (Skoob): Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos. Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho.

Esse foi o primeiro livro que li da Sarah Dessen e já garanto que não será o último! A escrita da autora é muito fluída e é muito fácil se apegar aos personagens que ela criou.

Na realidade, acho que esse livro é composto pela personalidade dos personagens. Temos uma história bem construída, alguns dramas e problemas que precisam ser resolvidos ao longo da história, porém é muito nítido que a autora resolveu apostar nos personagens. O que foi incrível, e me proporcionou uma experiência de leitura maravilhosa!

Sydney, é uma daquelas personagens que batemos os olhos e já nos identificamos de cara. Cada insegurança, cada medo e cada conflito que ela enfrenta, de alguma forma consegue ter ligação com alguma coisa que já vivemos. Por ser um livro em primeira pessoa, sentimos todos os sentimentos que ela sente, e a energia que ela passa, já que é uma protagonista bem espirituosa!

Os personagens secundários ganham destaque e são parte importante da construção da história. Todos são engraçados e dão ao livro um aspecto leve, já que alguns temas são meio pesados.

" - Você sabe, alguém gentil, bacana. Como todas as histórias de amor em que sou especialista. Não pode ser só ficção, não pode. Esses caras estão em algum lugar por aí. Eu sei que estão. Só não consigo encontrar."

Página 361

Os problemas familiares permeiam o livro, mas a ligação que podemos estabelecer com as pessoas, e como isso pode mudar nossas vidas, está bem presente no livro!

Recomendo muito a leitura para vocês! E já tenho outro livro da autora aqui para ler, não vejo a hora!!!

Até mais! <3

Nenhum comentário

Postar um comentário