Resenha: Noah foge de casa

quinta-feira, 6 de outubro de 2016


Sinopse (Skoob): Noah tem oito anos e acha que a maneira mais fácil de lidar com seus problemas é não pensar neles. Quando se vê cara a cara com uma situação muito maior do que ele próprio, o menino simplesmente foge de casa, aventurando-se sozinho pela floresta desconhecida.

Logo, Noah chega a uma loja mágica de brinquedos, com um dono bastante peculiar. Ele tem uma história para contar, uma história cheia de aventuras que termina com uma promessa quebrada, uma história que vai levar o fabricante de brinquedos a pensar sobre o seu passado e Noah a pensar sobre aquilo que deixou para trás.

Em seu primeiro livro juvenil desde o best-seller O menino do pijama listrado, o escritor irlandês John Boyne cria um mundo que mistura contos de fadas com os problemas mais cotidianos de um garoto comum. Esta fábula leve e inteligente prende os leitores presos até o final com dois grandes mistérios: por que Noah fugiu de casa e quem é o fabricante de brinquedos?


Oi gente, tudo bem com vocês?

Hoje vim fazer resenha de um livro super especial, que traz uma mensagem incrível!

Como vimos na sinopse, vamos acompanhar a jornada de um menino de 8 anos, e embora seja um livro narrado de maneira leve, e feito para crianças e adolescentes, esse é efetivamente um livro para adultos. Então, a primeira coisa que você tem que fazer quando começar a leitura, é deixar ele te contagiar. Ele tem uma grande parte de realidade mágica, ou seja, animais falando, coisas se mexendo, mas isso pode te atrapalhar se você não entrar realmente na história.

" Sempre gostei da palavra " resiliente", que é a capacidade de enfrentar as dificuldades sem sucumbir a elas. Acho que é uma palavra que você devia pensar, meu rapaz."

Página 33

O livro traz a mensagem de não se arrepender, de aproveitar o seu tempo da melhor maneira possível, não esquecendo das pessoas que você ama, sem deixar aquilo que realmente importa para traz. Um livro singelo, de escrita leve, que traz uma grande mensagem para aqueles que escolhem recebê-la.

Ter a visão de um menino de 8 anos, também ajuda no tipo de narrativa que o livro vai ter. Acredito que mesmo que o livro seja juvenil, o livro foi escrito para adultos. Toda a mensagem do livro é para nós, que corremos sem saber para onde, que deixamos para traz o que importa, que deixamos o tempo passar sem nem perceber.

" Só que a vida é breve, Noah, e devíamos passar o maior tempo que pudéssemos com as pessoas que amamos. Acho que levei a vida toda sem entender isso, mas agora... agora, de repente ficou claro para mim."

Página 124

Espero que tenham gostado, e que sigam a dica desse livro que é bem rápido de ler, mas que carrega uma mensagem que vai te acompanhar por longos dias! :D

Nenhum comentário

Postar um comentário