Resenha: A Sereia

quinta-feira, 1 de setembro de 2016



Sinopse (Skoob): Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.


Oi gente, tudo bem com vocês?

Hoje vim trazer a resenha de um livro de uma das minhas autoras favoritas! Kiera Cass é rainha em fazer com que uma história me envolva e me faça mergulhar numa escrita quase mágica, que nem percebo quando o livro acaba. Sou apaixonada pela capacidade que ela tem de me levar a amar a escrita dela, que é tão leve, rara e poética!

A Sereia, diferente dá série de A Seleção, infelizmente é uma história de livro único, e para mim esse é o primeiro e único defeito da narrativa, já que queria bem mais dessa história. Como vimos na sinopse, o livro é sobre sereias, e adorei o fato de nunca ter lido nenhuma história desse tema, e de ele ser tão diferente na construção do enredo.

A escrita é tão fluída e envolvente que é quase triste quando acabamos o livro, porque passa e nem percebemos, só sabemos que queremos mais. Me envolvi muito com a Kahlen, suas irmãs e a relação tão bonita que elas estabelecem com a Água. Mais que um livro de romance, ele é um livro sobre laços. Laços que estabelecemos com as outras pessoas, que são tão fortes a ponto de sacrifícios serem feitos, sabendo que tudo vale a pena. Que as relações valem a pena.

" - A vida não faz sentido. O amor não faz sentido. E ainda assim, será que eu viveria cada segundo de tudo isso de novo?
- Acredito que sim.
- Sem dúvida. Sim. Sim todas as vezes."

O rumo que a história tomou me encantou, pois eu não esperava como ela terminaria, e mais uma vez como todos os livros da Kiera me trazem a sensação, terminei a história com aquele ar de Contos de Fadas. Aquela sensação de que tudo é possível, de que ainda existe tipos de amor tão fortes, a ponto de tocar ao fundo nossas almas, e nos fazer pensar que podemos sentir isso. Que podemos tudo.

Para os fãs da Kiera, a leitura é obrigatória! Mas, se você nem conhece A Seleção, dê uma chance a A Sereia ( e A Seleção, é claro rs!), com certeza além de ser uma leitura rápida e fluída, ela mexerá com algo ai dentro de você. Disso eu tenho certeza! <3

Até mais! Beijos.

Nenhum comentário

Postar um comentário