Resenha: A Lista de Brett

quinta-feira, 7 de julho de 2016


Sinopse (Skoob): Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.

Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis.

Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.

Oi gente,tudo bem com vocês? Hoje venho trazer uma resenha de um livro que li no finalzinho do mês de Junho, e que foi muito especial!

A Lista de Brett, é um chick-lit ( ficção dentro do mundo feminino), que é ao mesmo tempo engraçado e sensível. Profundo e leve, que traz várias reflexões para nós e que encanta a cada página virada.

O livro é narrado em primeira pessoa pela Brett, e como vimos na sinopse, ela está passando uma fase difícil por causa da perda da mãe. pois ela era muito apegada e tinha um relacionamento muito legal com a mãe. Isso, foi uma das coisas que me chamou a atenção livro, Brett e a mãe, tinham um relacionamento forte, e era muito bonito acompanhar as cenas que a Brett recordava da mãe.

A lista de desejos que a mãe dela deixa é incrível, e é ao redor disso que a história vai se desenrolar, onde nossa protagonista vai descobrir diversas coisas, sobre quem ela é, segredos do passado, entre outras coisas.

" Todos os dias, faça algo de que você tenha medo. Continue se obrigando a fazer coisas que lhe dão medo.
Assuma os riscos e veja onde você aterrissa, pois são eles que fazem a jornada valer a pena."


Posição 1336 ( Kindle)

Os pequenos e grandes sonhos que a Brett é obrigada a assumir, nos faz lembrar de nossos sonhos. Aqueles que, ao longo dos dias, vão se perdendo dentro de nós. E essa é a mensagem que eu mais amei no livro. Não esquecer de quem nós somos, não esquecer dos sonhos simples, por mais bobos que sejam, pois são eles que nos fazem ser nós mesmos.

Dei quatro estrelas para o livro, porque acho que algumas coisas, eu gostaria de que fossem de um jeito diferente, mas esse meus " desejos" para a história, não estragaram de forma alguma minha experiência de leitura. Pelo contrário, me envolvi muito com tudo no livro, e recomendo a história. Ela é leve, e toca bem fundo no coração. *-*

Se você gosta de uma história, cheia de esperança, mudanças, amor e humor, leia esse livro. Recomendo! :D

"...O amor é a única coisa sobre a qual você nunca deve chegar a um meio-termo."

Posição 1062 ( Kindle.)

Nenhum comentário

Postar um comentário