Discussão: TUDO é LITERATURA!

terça-feira, 12 de julho de 2016


A discussão sobre um livro ser ou não relevante, ou ser ou não considerado Literatura, são assuntos discutidos por diversas pessoas, e hoje vim levantar esse assunto aqui no blog. Quero deixar bem claro, que tudo o que eu escrever é a MINHA opinião e que os comentários estão abertos para debate!

Um dos motivos geradores para esses conflitos divagarem na minha cabeça, foi uma declaração que a escritora Ruth Rocha deu, dizendo que: " HARRY POTTER, NÃO É LITERATURA." Como vocês sabem, comecei a ler HP esse ano, então na época eu nem conhecia a história, muito menos queria tomar as dores daquela declaração, mas mesmo assim, aquilo me intrigou. Como assim não é???

Uma definição básica sobre o que é literatura, diz que: "...é a arte de compor e expor escritos artísticos, em prosa ou em verso...". Nessa pequena definição, não está escrito que, literatura são os livros clássicos, ou muito menos, que literatura são os livros com escrita difícil, ou menos ainda, que literatura são aqueles livros que tratam de um assunto "muito" importante. Nada disso, essa pequena definição diz que literatura é a arte de compor, ou seja a arte de criação, seja ela qual for.

Ai você me pergunta: Como você pode comparar Capitães de Areia, com por exemplo Cinquenta Tons de Cinza? Ai meu bem, eu te respondo: Não gosto nem um pouco de Cinquenta Tons de Cinza, mas sou apaixonada por Capitães de Areia, e mesmo assim, considero os dois como literatura. A única diferença, e que talvez seja a guiadora da minha opinião. é a qualidade.

Qualidade de escrita e de história, é o que diferencia esses dois livros para mim. Partindo do ponto, que tudo é literatura, podemos então, separar aquilo que é qualificado ou não. E ainda assim, não seria uma verdade universal, porque aquilo que é de qualidade para mim, pode muito bem não ter nada de excepcional para você.

Sei que é perigoso, ainda mais para mim que faço Letras, mas me desafio a questionar, quem por exemplo, definiu A Cidade e as Serras, Viagens na Minha Terra, entre outros como livros clássicos, de boa qualidade, referencias e que até nos dias de hoje são usados em vestibulares e escolas? Li os dois citados, e vários outros. Não gostei. Me apaixonei por Capitães de Areia e senti a sutileza incrível de Vidas Secas. Esse foram os clássicos que mais gostei até agora ( ainda faltam muitos outros), mas os outros, nada demais. Entendo, como estudante e futura professora, a importância histórica e o registro da mudança na estilística que cada obra carrega, mas para esses livros serem considerados clássicos, eles passaram por uma " avaliação", e sabemos que essa avaliação de " Ok, esse livro é ótimo, tem uma boa escrita, é relevante", é aprovada pela elite. Os conceituados, que guiam a opinião geral ( ou acham que guiam), são os responsáveis por essa escolha, e eu me pergunto, será mesmo que é uma questão histórica, ou mera questão de gosto?

Tudo é literatura. Do mais simples texto, ao mais complexo. Do mais popular, ao menos falado. Tudo. Sem exceção.

E ai, vamos conversar? Me deixa nos comentários a sua opinião, vou adorar conversar e debater sobre esse assunto!

Até mais! :D

Nenhum comentário

Postar um comentário