Especial: A Seleção

terça-feira, 31 de maio de 2016



Sinopse (Skoob): Para trinta e cinco garotas, A Seleção é a chance de uma vida. É a oportunidade de ser alçada a um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, estar entre as selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás o rapaz que ama, abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer e viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então, America conhece pessoalmente o príncipe e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que nunca tinha ousado imaginar.

Resolvi criar aqui para o blog, um novo formato de post, que serão os Especiais. Trarei não uma resenha, mas minhas impressões sobre séries que por fim acabei de ler.

E é claro, que vou começar pela minha série mais querida <3

A Seleção foi a primeira série que li, depois que comecei a ser uma leitora voraz. Descobri esse universo e me lembro que logo nas primeiras páginas, já me apaixonei pelo mundo e pelos personagens.

Acredito que o primeiro livro da série, foi o que eu mais dei risada e me diverti com a América, ela é uma protagonista espirituosa e totalmente amável. Me apaguei muito fácil com ela e seus conflitos.

A Elite é meu livro favorito, e tenho um carinho muito especial por ele. Porque em uma cena específica, que é muito importante e impactante, foi a primeira vez que senti algo lendo um livro, meu coração acelerou e parecia que eu estava lá, sentindo a emoção do momento, sentido pela primeira vez empatia pelos personagens. Foi incrível e eu nunca vou esquecer a sensação que tive lendo essa cena naquela manhã.

Ahh, e não posso esquecer que por mais que esse seja o meu favorito da série, a América é a protagonista mais confusa da face da terra, haha.

A Escolha veio como um conto de fadas, lembro que comprei os três livros juntos, e li todos em seguida do outro, com muita rapidez, porque todos nós sabemos que a escrita da Kiera é incrível.

Adorei a conclusão dessa primeira parte da série, foi perfeito em todos os aspectos e eu não me decepcionei com nada no final. Na verdade, foi mais do que esperava, saí completamente apaixonada. <3

Eu amo A Seleção, porque ela me ensinou muitas coisas, além de ter me despertado para as séries. Incrivelmente delicada e voraz ao mesmo tempo, e eu espero ansiosamente pelo filme.

A Herdeira e A Coroa, são os últimos livros da série e narrados pela filha da América, e por mais que tenha um carinho enorme pela série, essa segunda parte não foi como esperei. Tinha muitas expectativas, porque não estava pronta para abandonar aquele mundo, mas a Eadlyn não é uma protagonista amável como a América, e foi difícil ter o mesmo amor por ela. Então esses últimos dois livros foram para matar a saudade do mundo, e vários personagens, mas para mim eles tiveram muitos problemas que me desagradaram ao longo da história.

Com isso, por favor, para quem não leu: LEIA! Vale muito a pena, e com certeza você vai virar mais um fã dessa série que está em meu coração. <3


" - Você chamou todas de “minha querida”? - perguntei, voltando o rosto para o resto do salão.
- Sim, e todas parecem ter gostado.
- É exatamente por isso que eu não gostei."

Nenhum comentário

Postar um comentário