Resenha: Proibido

terça-feira, 26 de janeiro de 2016


Sinopse (Skoob): Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.

Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.

Eles são irmão e irmã.

Oi gente tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje trago uma resenha de um livro polêmico e que na verdade, não sabia ao certo como ficaria a resenha dele.

Proibido, foi o livro escolhido do Bookclub PamdeBel, realizado pela Pam Gonçalves e a Bel Rodrigues. Faço parte do clube de leitura, e confesso que fiquei tensa quando descobri qual seria o livro, e o tema que ele abordava. Mas, deixei a inquietação de lado e resolvi lê-lo. E li...

Todos nós de certa forma, temos princípios e ideais que levamos, ou que adquirimos ao longo da vida. Quando lemos, ou até falamos de algo que vai contra ao que acreditamos, automaticamente nos esquivamos. E na verdade, isso é totalmente humano.

Como viram na sinopse, o livro trata de incesto. E em nenhum momento, a finalidade dele é fazer com que você seja convencido de algo. Acredito porém, que a finalidade dele seja os fazer refletir. Sentir. E pelo menos em alguns dias, nos envolver no drama dos personagens.

Fui totalmente sugada pela história, sem pré julgamentos ou qualquer ideia contrária. A escrita da autora é tão boa, tão envolvente, que me vi torcendo pelos personagens em diversos momentos. A confusão que ele me cansou foi tanta, que em vários momentos, tive que parar e repensar o que acabará de acontecer em um dos capítulos, e pasmem, isso aconteceu diversas vezes!

" É horrível sentir vergonha de alguém que você ama; é uma coisa que te rói por dentro. E, se você deixar que te afete, se desistir da luta e se entregar, a vergonha acaba por se transformar em ódio."
Página 35
A história é bem construída, e envolvida por diversos problemas. Não é só sobre os irmãos que se apaixonam. É sobre todo um embaraço de problemas familiares: abandono, responsabilidades, mágoas, desafios... Entre outras coisas que acompanhamos ao longo da história e que nos deixa com um nó na garganta.

O final do livro é de cortar a alma, fiquei muito triste e abalada com o rumo que a história levou. Mas tudo o que posso dizer, é que o livro é bom. Bom, ao ponto de você não saber mais o que pensar da convicção que você tinha quando começou o livro.

Não sei o que faria, ou como eu agiria se agora depois da leitura eu, visse uma situação igual. Mas, com toda certeza, por causa desta história,eu olharia a situação com outros olhos. Se não aceitasse, tão longe julgaria.
" Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa?"

Página 131
Era isso pessoas, espero que tenham gostado, mas que principalmente vocês deem uma chance ao livro. Vale muito a pena!
Até a próxima. <3

Um comentário