Resenha: Apenas Um Dia

sábado, 2 de janeiro de 2016


Sinopse (Skoob): A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.



Oi gente, como vocês estão?

Para a resenha de hoje, trago o livro Apenas Um Dia, que me surpreendeu bastante!

Comecei a ler esse livro sem grandes expectativas, pois já tinha lido Se eu ficar da mesma autora, e me decepcionei muito. Então, comecei esperando bem pouco.

Até a página 130, estava bem chato. Minha leitura estava arrastada e eu totalmente desanimada. Porém, como um passe de mágica, a partir da página 131 ( parece brincadeira haha), eu comecei a devorar o livro. A narrativa melhorou muito, a leitura ficou gostosa e fluída, e eu me apaixonei por essa história. <3

" E se a verdadeira pergunta não se referir a ser, mas a como ser?"

Página 11

Allyson é uma personagem fácil de interagir e estar dentro da cabeça dela me fez entender todos os dilemas que ela passa ao longo da história. O livro em si, é totalmente focado nela, nas descobertas que ela faz sobre quem é, quem realmente quer ser. Conforme ela se liberta de alguns conceitos, nós também vamos nos libertando dos nossos e isso é incrível!

" Nascemos em um dia. Morremos em um dia. Podemos mudar em um dia. E podemos nos apaixonar em um dia. Qualquer coisa pode acontecer em apenas um dia."

Página 135

Willem é um personagem que não me conquistou. Ele é fofo em vários momentos, e tem umas sacadas geniais, mas é tudo muito confuso...( vou parar senão vou dar spoiler hehe).

Então, foi difícil me conectar, talvez na continuação que é Apenas Um Ano, eu consiga entende-lo melhor, já que o segundo livro é na visão dele, e na verdade estou muito empolgada, pois Apenas Um Dia acaba em uma hora que não era para acabar sabe? haha

Enfim... Esse foi um livro que me conquistou ao longo da história, me mostrou o valor do tempo, o valor das pessoas, mas principalmente mostra o valor de quem você é. Ser quem você quer ser, não o que alguém dita para você. Acho que isso é uma mensagem muito importante, muitas pessoas precisam se libertar das máscaras que se escondem.

Feliz 2016, que esse ano venha repleto de leituras boas hehe! ( Fiquem ligados nos posts de metas para esse ano).

Era isso pessoas lindas <3 Até mais!

Nenhum comentário

Postar um comentário