Crônica: Na beira da praia

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Da série de crônicas que também compartilho aqui no blog, hoje trago uma muito especial que surgiu esses últimos dias. Ela é bem pequena, porém tem muito significado. Acho que a simplicidade é a chave em alguns textos.

Espero que gostem ;)



Andando na beira da praia, naquela noite quente, tudo o que pude pensar é que estava feliz. Ele me fazia feliz.

Quando estávamos de mãos dadas, longe de tudo, sozinhos, descobri que a beleza do amor é feita por momentos simples. Leves.

Uma caminhada na praia pode significar nada para alguns, mas para outros pode significar a certeza de uma vida feliz. A certeza de ser verdadeiro. Único. Para sempre.

É claro que naquela noite disse que o amava. Pois, se as palavras movem o mundo, elas também criam laços. Aquela caminhada na praia me mostrou que laços são feitos por pessoas que decidem se amar. E se o amor é uma decisão, eu já tomei a minha.

Nenhum comentário

Postar um comentário