Resenha: A outra vida

terça-feira, 6 de outubro de 2015



Sinopse (Skoob): O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores.
Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles.



A outra vida é um livro distópico pós- apocalíptico, e o primeiro livro que realmente leio sobre esse gênero ( embora já conheça esse tema em filmes e séries). Confesso que não sabia nada sobre o livro quando comecei a ler, então a expectativa era zero, porém me surpreendi muito com a narrativa e a história que me envolveram bastante.

Sherry é a nossa protagonista e não é fácil estar na cabeça dela, no começo da história ela não sabe muita coisa sobre o que está acontecendo, então a confusão dela também é a nossa. O livro passa-se depois de um bom tempo que o vírus está instalado no mundo, Sherry e sua família passaram cerca de três anos em um abrigo, até que a comida acaba e eles tem que sair.

" Por que as coisas não podiam ser mais fáceis de vez em quando?"
Página 104

Cada começo de capítulo tem uma passagem onde mostra uma lembrança da outra vida da Sherry, o que nos faz conhecer os personagens e ver como a tragédia mudou a personalidade das pessoas. A narrativa se desenvolve, e é a partir disso que novos personagens aparecem.

Joshua é um dos personagens mais misteriosos do livro, e ao longo da narrativa vamos conhecendo seus medos, seus segredos e é claro que existe aquele romance básico, mas não me empolguei muito, para mim aconteceu rápido demais, o que deixa o romance clichê.

" - Você acha que ainda seremos melhores amigas?

- Claro! Melhores amigas para sempre.

- Para sempre! "

Página 221

O que me deixou bem aflita, foi pensar nos planos que as pessoas constroem e que podem facilmente ser desfeitos, e o livro mostrou isso muito bem. Tudo pode acontecer. Pessoas mudam. O mundo muda. E tudo o que se pode fazer é tentar recomeçar.

O final do livro é promissor, e te dá aquela vontade de ler o próximo, pois esse livro faz parte de uma trilogia :O. Porém, a Novo Conceito que é a editora do livro, não tem previsão de lançar os próximos aqui no Brasil :/. Doeu no meu coração quando eu soube, e só nos resta torcer para a editora lançar aqui.

Bom, era isso pessoal, espero que tenham gostado!

Beijos <3

Nenhum comentário

Postar um comentário